Manutenção.net Notícias

Login    
Cadastre-se
Responda nossa pesquisa de público, clique aqui.

Seminário sobre Competitividade dos Projetos Offshore no Brasil

Notícias - 09/08/2019

No próximo dia 20 de agosto será realizado pela IBP, organização privada sem fins lucrativos de ramo de petróleo e gás, um evento para discutir a competitividade nos projetos offshore no Brasil. A Petrobrás pretende desmobilizar, até o ano que vem, dez plataformas que estão em fase final de vida útil. Mas essa desativação não terá impacto sobre a produção da companhia, já que são embarcações que já não operam mais.

Um dos principais projetos no plano de desativação será Cação, no Espírito Santo, que está sem produzir desde 2010. As atividades de descomissionamento do projeto começaram em 2015, com a obtenção da autorização para abandono dos poços. A execução será realizado em 2020, quando está prevista a remoção e a disposição final de três plataformas do projeto (PCA-1, PCA-2 e PCA-3).

A Petrobrás considera que Cação foi um bom teste como modelo de contratação do serviço de descomissionamento. Ao todo, 11 empresas apresentaram proposta na licitação. O descomissionamento plataforma de Cação foi feito pelo modelo EPRD (engenharia, preparação, remoção e disposição) e está fase de homologação. A companhia vários projetos de descomissionamento a serem executados nos próximos anos. São dez plataformas diferentes: além de PCA-1, PCA-2, PCA-3, há expectativa de desmobilização das unidades P-7, P-12, P-15, P-33, FPSO Cidade do Rio de Janeiro, FPSO Cidade de Rio das Ostras e FPSO Piranema.

Junte-se a profissionais de operadoras, empresas de serviços, fornecedores da cadeia produtiva da indústria de E&P, investidores, empresas de consultoria e escolas de negócios para responder a perguntas como: o que os investidores esperam das operadoras nos projetos offshore? Qual é o papel da legislação ambiental no futuro da indústria offshore brasileira? Como otimizar os resultados dos campos maduros no offshore brasileiro? Além de muitas outras.

O Seminário irá reunir algumas personalidades do setor de petróleo e gás, com patrocínio da Petrobrás. O evento será realizado na sede do IBP.

VEJA A PROGRAMAÇÃO

08:30 – Boas-Vindas
– Milton Costa Filho | IBP
– Fernando Machado | Petrobras

09:00 – Palestra de Abertura
– Roberto Castello Branco | Petrobras

09:30 – A integração da Indústria Brasileira de Óleo e Gás como um caminho para a competitividade a nivel global
– Decio Oddone | ANP

10:00 – Panorama dos projetos offshore no Brasil
– Neeraj Nandurdikar | IPA

10:30 – A dinâmica mundial do preço do petróleo e seu impacto para a indústria brasileira de O&G
– Manuel Fernandes | KPMG

11:00 – Oportunidades em tempos de mudança: lições aprendidas da Indústria de Software
– Carlos Tunes | IBM

11:30 – O que os investidores esperam das operadoras nos projetos offshore?
– Pedro Medeiros | Citibank

12:00 – Brunch

13:30 – O papel da indústria de bens e serviços na eficiência do setor de O&G
– Claudio Makarovsky | Abespetro

14:00 – Novos modelos de contratação de sistemas submarinos, de superfície e de poços offshore
– Thiago Baraldi Ferreira | Petrobras

14:30 – Implantação de projetos offshore: visão de um operador internacional
– José Frey | Equinor

15:00 – Otimização de resultados dos campos maduros no offshore brasileiro
– Francisco Francilmar Fernandes | PetroRio

15:30 – Painel de Debate: Como aumentar a competitividade dos projetos Offshore no Brasil?
Moderador: 
– Joao de Luca | Barra Energia

Palestrantes:
– Rudimar Lorenzatto | Petrobras
– Eduardo Chamusca | Abespetro
– José Firmo | IBP
– André Araújo | Shell

 

Disponivel em: encurtador.com.br/bjnF3

Autor: Yuri Anderson

Publicado por: Engenharias .NET

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp